Treino 11Nov

Dicas para melhorar o agachamento


O agachamento é um dos exercícios mais benéficos e eficazes na musculação. Estimula a tonificação dos músculos das pernas, dos glúteos e do abdómen. Queres melhorar o teu agachamento e otimizar os teus resultados? Fica a conhecer as nossas dicas para melhorar o agachamento! 
 
O agachamento é um exercício indispensável para qualquer desportista. Otimiza a mobilidade funcional, reduz a possibilidade de ocorrer lesões e tonifica os músculos. Porém, é importante entender que para usufruir destes benefícios, é essencial realizar o agachamento corretamente. Para te ajudar, que tal conheceres as melhores dicas para melhorar o agachamento?!

Dicas para melhorar o agachamento


Aumentar a mobilidade

É essencial aumentar a mobilidade/estabilidade do quadril, tornozelos, quadríceps e gémeos. Isto porque deficiências nos movimentos pode causar efeitos negativos na técnica de agachamento e originar lesões. Aumentar a mobilidade nestas áreas vai melhorar a profundidade do agachamento, além de ajudar a prevenir lesões. 


 

Alongamentos

O alongamento é fundamental para a execução do agachamento, uma vez que os músculos tensos não ajudam a alcançar o intervalo necessário para obter o benefício total do exercício. Faz alongamentos para soltar os flexores do quadril, quadríceps e alonga o gémeo e o peito.


Envolvimento do abdominal inferior

Em exercícios que envolvem apenas pernas, é fácil esquecer as outras partes do corpo. Mas quando falamos em aumento de peso e construção de um core forte, é muito importante a área do abdominal inferior. Para reforçar o abdominal inferior deve ser realizado um trabalho específico para essa região, executando exercícios como “hollow hold” (deitado de barriga para cima, levantar as pernas e os ombros dos chão deixando a lombar totalmente apoiada). Um “core” forte é uma das melhores dicas para melhorar o agachamento.

Tempo

Tal como acontece com a maioria dos exercícios, é fácil estagnar na evolução do agachamento se não forem dados os estímulos corretos ao corpo. E isso não se refere apenas ao peso na barra, mas também à velocidade com que o movimento é realizado. Inclui alguns dias de treino onde o objetivo seja o tempo do movimento descendente e de ascensão.


Descanso

Não realizes uma sessão de agachamentos pesados sem sentires o corpo completamente recuperado do último treino. Uma recuperação mais rápida pode ser potenciada com exercícios de mobilidade, alongamentos, bom descanso (sono inclusive) e uma alimentação equilibrada.
 

 



PUB
Precisa de um crédito?
1