Corrida 05Set

Correr ou não com música?


Apesar de ainda existir muita controvérsia neste tema, a verdade é que a música é a companheira de treino de muitos corredores. Para aqueles que não têm uma opinião formada, aqui ficam as vantagens e desvantagens de correr com música!


Correr ou não com música?
 

Vantagens


Aumenta o tempo de corrida
Segundo estudos apresentados, a música reduz a percepção da intensidade do exercício em cerca de 10%. Isto acontece porque a música (estímulo externo) impede a transmissão de mensagem vindas de estímulos internos (fadiga muscular, por exemplo). Assim, é possível correr durante um maior período de tempo.

Torna a corrida mais agradável
A corrida torna-se mais agradável devido aos efeitos emocionais que a música tem. Além disso, a música ajuda a motivar, permitindo aumentar a perfomance e obter melhores resultados. 

Melhora a corrida na passadeira
Na passadeira os estímulos do meio ambiente não estão presentes, o que torna a música muito útil. Quanto menos se percebe o esforço, menor o aborrecimento. A música torna-se um estímulo nesse caso.
 

Desvantagens


Diminui a capacidade de concentração
Ouvir música diminui a capacidade de atenção. Assim, o corredor pode estar sujeito a determinados perigos na rua (não ouvir um carro ou não reparar em desníveis na superfície onde se encontra).

Reduz a percepção de problemas na corrida
A música distancia o praticante dos sons produzidos durante a corrida, como a respiração e o impacto das passadas. Assim, o desempenho pode diminuir.

Pode atrapalhar a corrida e tornar-se um fator primordial
Se sentires desconforto ou verificares que o fone cai frequentemente, deves correr sem música! Adicionalmente, pode tornar-se um fator primordial, fazendo com que percas a noção de que, o que realmente importa, é praticar desporto.

Pode afetar a velocidade
Esta prática pode fazer com que sons mais agitados ou lentos influenciem a cadência das passadas, prejudicando o rendimento.
 

Veja também:



Precisa de um crédito?
1