Alimentação 12Jan

As 10 desculpas mais usadas para não ser vegetariano


Atualmente existe uma maior preocupação em fazer uma alimentação inteligente e biológica, de forma a termos saúde, energia, vitalidade e bem-estar. Estes fatos e outros, fizeram com que surgisse um maior interesse e curiosidade pela alimentação vegetariana. No entanto, ainda existe uma série de equívocos e informações incorretas sobre este tipo de alimentação, que são fruto da ignorância generalizada sobre o que é o vegetarianismo. E por isso, o Clube Fitness desmistifica e revela as 10 desculpas mais usadas para não ser vegetariano!


As 10 desculpas mais usadas para não ser vegetariano


Todos nós nascemos carnívoros

Não. A espécie humana é de natureza onívora e pode viver completamente saudável sem carne ou derivados de animais. Apenas se consome carne por mero prazer e paladar.
 

Temos caninos e eles servem para cortar a carne

Usar a existência dos caninos como justificação de uma suposta necessidade biológica da carne, é um argumento muito pouco válido. Isso porque a função dos caninos pode variar entre as espécies. Em leões, tigres e outros carnívoros, eles são usados para matar e dilacerar as presas.
 

Se não comermos carne os animais vão dominar o mundo

Atualmente o número de animais criados para consumo humano já ultrapassa o número de humanos. Mas a superpopulação pecuarista apenas se tornou realidade devido aos processos artificiais de procriação da pecuária. Sem as inseminações constantes, não teríamos esta realidade.
 

Os animais vão morrer um dia

Todos nós vamos morrer um dia. Isso não quer dizer que nos devemos assassinar a todos!
 

Eu não consigo deixar de comer carne

Muitas pessoas temem o vegetarianismo porque acreditam que não conseguem viver sem carne. Contudo, deixar de comer carne, ovos, leite ou derivados é descobrir um leque incrível de opções vegetais muito saborosas, que jamais imaginávamos. De fato, quando nos tornamos vegetarianos percebemos o quanto o nosso paladar era limitado anteriormente.
 

Quero ser vegetariano, mas não gosto de verduras e legumes

Engana-se quem pensa que a dieta vegetariana é só legumes e vegetais. Uma alimentação vegetariana consegue, e muito, ser diversificada. Quem adota esta dieta consegue comer vários pratos que os carnistas também comem, simplesmente as receitas são modificadas, como empadões, pizzas, panados, massas em geral e gratinados.
 

Não é uma alimentação saudável

A dieta vegetariana, livre de carne, ovos, leite ou derivados, é reconhecida como saudável e viável pelas principais associações de nutrição do mundo. Contudo é necessário que seja planeada, de forma a que se combine verduras, legumes, cereais, leguminosas e gorduras saudáveis ao longo do dia para que se tenha acesso a todos os nutrientes e micronutrientes necessários para um organismo saudável.
 

As plantas também têm sentimentos

Talvez seja uma das desculpas mais usadas para não ser vegetariano. Mas respondendo, as plantas não têm sistema nervoso central, por isso não sentem dor.
 

Ser vegetariano é coisa de rico

É possível seguir esta alimentação sem gastar muito dinheiro. Podemos adaptar e fazer receitas caseiras mais elaboradas, com um preço mais baixo do que a carne, leite e derivados. Mas, por exemplo, a soja, é bem mais barata do que a carne e há também leites vegetais mais baratos do que o leite de vaca.
 

Vegetarianos têm mais risco de ter anemia

Não, não têm! A anemia não é um problema restrito à alimentação vegetariana. Vários estudos mostram que a prevalência de anemia em populações vegetarianas é idêntica à encontrada em populações não vegetarianas. Mas como 1/3 da população mundial sofre carência do mineral, todos nós, vegetarianos ou não, devemos ter cuidado.
 

Vê também



 

PUB

Sugestões Prozis