Entrevista 14Jun

Fome, Foco, Força e Fé // Carolina Gomes da Silva

Carolina Gomes da Silva é a autora do blogue 'Fome, Foco, Força e Fé'. A blogger tem 24 anos, é do Porto e é atualmente seguida por mais de 46 mil pessoas na sua conta Instagram. O seu blogue cresceu da necessidade de não “sobrecarregar” as pessoas com demasiada informação.

A verdade é que a Carolina partilha várias fotografias no Instagram. Ali é possível encontrar o seu dia-a-dia, dicas, treinos e bastantes imagens de comida, o que nos leva a espreitar o seu blogue à procura da receita.

Carolina mostra-nos que é uma mulher real, que comete algumas “asneiras”, que sente dificuldades em manter uma boa alimentação, mas mesmo assim vive a vida e mostra a todos que ainda é possível ser fit, só é preciso Fome, Foco, Força e Fé”.

Fome, Foco, Força e Fé - Carolina Gomes da Silva

 
Como é o teu dia a dia como blogger? Quais os principais desafios que encontras no teu estilo de vida?
Publico todos os dias. Tanto no blogue como no Instagram e Facebook. Não gosto de não o fazer. Isso ocupa-me algumas horas do dia. Tanto publicar como escrever as publicações. O principal desafio que encontro no meu estilo de vida é conseguir encontrar opções saudáveis fora de casa. Não é nada fácil ir a um restaurante e não haver um prato vegetariano. Quando há é um ou dois, e tenho de me sujeitar. Não há opção de escolha nos restaurantes não vegetarianos.
 

Os blogues sobre Bem-Estar e Fitness estão a crescer exponencialmente. O que diferencia o "Fome Foco Força e Fé" dos restantes blogues?
As pessoas identificam-se nas publicações, nas vidas de alguns "Intagrammers". Cada vez mais estamos virados para a vida saudável, para a boa alimentação e exercício físico e, consequentemente, há cada vez mais pessoas que se interessam por isso e que querem que isso faça do seu estilo de vida. 
No meu blogue mostro um bocadinho da minha vida para além do fitness e alimentação. Locais que visito, coisas que vejo e gosto, novidades que sei que podem ser úteis para alguém, as minhas "asneiras" alimentares, entre dezenas de outras coisas. Mostro que sou uma pessoa real, normal e as pessoas gostam de ver isso. O blogue também tem o meu toque em todas as fotografias e textos porque sou eu que os escrevo a todos, com a particularidade de escrever como falo. Quem me conhece diz-me muito isso, que parece que me está a ouvir a falar quando lê. Cada pedaço do blogue é um bocadinho de mim.
 

Há quanto tempo és Ovolactovegetarian? O que te levou a fazer esta mudança?
Não como carne desde os 15 anos. Não comi peixe dos 15 aos 17. Aos 17 voltei ao peixe, mas deixei o ano passado e há mais de um ano que não como peixe, tornando-me ovolactovegetariana.
A mudança foi feita há muitos anos. Quando aos 15 deixei a carne e o peixe nunca mais fui a mesma. No entanto o que me levou a deixar o peixe há um ano e tal foram os mesmos motivos porque deixei aos 15. Questões psicológicas, confesso que me faz muita confusão pensar nos animais mortos e mais confusão ainda me faz pensar que os como. Questões ambientais também estiveram na base da minha decisão que foi praticamente de um dia para o outro. Por fim, para me sentir melhor. Sinto-me lindamente sem carne nem peixe, as minhas últimas análises revelaram valores ótimos portanto só tenho de estar feliz com a minha decisão. Sei que o que faço é o mais correto não só para mim mas para a sociedade.
 
 
Já vimos que és adepta de desporto. Com que frequência o praticas? E como divides os teus treinos?
Adoro fazer exercício. Já fiz natação, dança, como hip hop, e ballet. Treino todos os dias, quando consigo treino duas vezes e o treino vai variando consoante os meus objetivos e consoante o que me apetece fazer. 
Já fiz só aulas de localizada, yoga, pilates, crossfit, militar fit, circuit train, danças, já conciliei aulas de localizada com musculação e exercícios cardiovasculares, já fiz só exercício cardiovascular, já houve tempos em que fazia as duas coisas. 
Neste momento estou mais virada para a musculação e aulas de circuito porque é o que o tempo me permite fazer. Quando consigo faço alguns treinos de boxe e exercício cardiovascular.
 
 
Tomas algum tipo de suplemento? Consideras fundamental a combinação de suplementos e vida saudável?
Tomo whey protein, de vez em quando tomo um multivitamínico da Prozis e também tenho ZMA em casa mas não faço disso rotina, é mais quando me lembro ou quando acho que preciso.
Considero que depende dos objetivos da pessoa pode ser uma ajuda, pode ser essencial ou pode não valer a pena. No meu caso acho que faz sentido, pelo menos por agora. Mas a qualquer momento, se achar que o devo fazer, deixo de tomar.
 
 
Qual é o próximo passo para o "Fome Foco Força e Fé"?
Continuar a dar o melhor de mim, todos os dias para tentar conquistar um bocadinho mais as pessoas. Acho que o blogue tem muito para dar. Pelo menos esforço-me para isso.

 
Que conselhos podes passar aos nossos seguidores, para adotarem uma vida saudável?
Isso depende da pessoa em questão, da idade, do estilo de vida e do objetivo. Os conselhos podem ser variadíssimos. Assim de forma mais geral posso dizer que para ter uma vida saudável são necessárias algumas coisas.
-Alimentação saudável, com o mínimo (ou em alguns casos mesmo nenhum) açúcar refinado, sal, fritos, gorduras más, refrigerantes, bebidas alcoólicas e tabaco.
-Ter uma actividade física ou exercício físico.
-Beber muita água diariamente.
-Não saltar refeições e comer de 3 em 3 horas.
-Manter uma mente saudável, evitar o máximo de stress possível e estabelecer relações saudáveis com as pessoas
 
Parece muita coisa mas se pensarmos bem é o mais simples que há, certo?
Só há que implementar tudo na nossa vida.



Partilha este artigo:

 

PUB

Sugestões Prozis