Bem-Estar 04Mai

7 Dicas para evitar a dor no joelho

As dores no joelho são bastante comuns e muito frequentes.
A maior articulação do corpo humano é a do joelho, ela é responsável pela sustentação e pela absorção do impacto nos membros inferiores e ela suporta a maior parte do peso corporal quando estamos em pé. Por isso esta articulação está mais suscetível a lesões, então devemos ter um cuidado especial com ela.

Existem dois problemas que causam dor no joelho: os traumatismos ou as degenerações.
Os traumatismos ocorrem nas práticas desportivas, normalmente no futebol, ténis, etc.
Nestes casos podemos ver lesões dos meniscos, cartilagem e ligamentos.
As degenerações são pequenas lesões que vão se acumulando, umas das suas causas são exercícios com sobrecarga elevada ou postura incorreta.

Dicas para evitar a dor no joelho
 
1. Pratique exercícios físicos que fortaleçam a musculatura das pernas. Caso seja um principiante, dê preferência aos exercícios de baixo impacto.
 
2. Faça os exercícios de forma correta e tente manter sempre a postura corporal adequada, de preferência procure fazê-los com o acompanhamento de algum profissional ou em frente ao espelho.
 
3. Mantenha um peso corporal controlado, pois uma das principais causas dos problemas nos joelhos é o sobrecarga. Preocupe-se em manter o peso ideal para o seu porte físico e idade.

4. Cuidado com o uso exagerado do salto alto, use-o sempre com moderação, pois ele promove uma retração da musculatura e um desequilíbrio muscular.
 
5. Use umas sapatilhas que possuam uma boa absorção de impacto para fazer os seus exercícios. Lembre-se que estas também possuem uma vida útil, então será necessário trocá-las a cada um ou dois anos, dependendo da sua utilização.
 
6. Alongue a sua musculatura com frequência, principalmente antes e depois das práticas desportivas. Também não se esqueça de aquecer o seu corpo antes de começar qualquer atividade física.

7. Experimente massagear os  joelhos. Em último caso, caso a dor no joelho não tenha sido evitada, experimente fazer massagens calmantes.

Se a dor persistir consulte um médico especialista.



Partilha este artigo:

 

PUB

Sugestões Prozis