Entrevista 22Ago

À conversa com Ana Rita // Anita Healthy


É adepta de uma alimentação super saudável e pratica musculação.
O seu nome é Ana Rita, conhecida como Anita Healthy. No blogue Anita Healthy, Rita fala de um pouco de tudo: alimentação, fitness, moda, decoração, beleza…e amor. Estas são as suas grandes paixões, o que a move diariamente. Até porque sem paixão e sem motivação, apenas sobrevivemos... Certo?!

O Clube Fitness esteve à conversa com a Anita Healthy, que partilha receitas no nosso site todas as semanas.
 

À conversa com Anita Healthy

Quando decidiste criar o blogue Anita Healthy? E porquê?
Tudo começou há cerca de 3 anos. Já tinha feito algumas tentativas de criar um blogue, mas acabava sempre por deixar de escrever. Só há uns anos percebi o tema que realmente me inspirava – o estilo de vida saudável. Comecei pelo Instagram, sendo mais simples e prático, o qual me abriu portas para criar o blogue da Anita Healthy e mantê-lo, pela quantidade de seguidores e feedbacks positivos.

Porquê o nome “Anita Healthy”?
Anita vem de Ana Rita, o meu nome. Healthy porque é disso que se trata, um estilo de vida saudável.



Quando te começaste a interessar por um estilo de vida saudável?
Já há muitos anos que tenho uma alimentação saudável, desde cerca dos meus 16. No entanto, faltava a componente do desporto, apenas praticava dança e yoga. Ao inspirar-me em alguns perfis, comecei a frequentar o ginásio com regularidade.

Sabemos que praticas musculação. O que mais gostas nesta modalidade?
O desafio! Sem dúvida, é isto que me apaixona nesta modalidade. Temos sempre objetivos diferentes, rotinas diferentes, e adoro ver como o meu corpo reage e evolui.

Quantas vezes por semana praticas musculação?
Normalmente 5 vezes, por vezes 6.

Preferes treinar de manhã ou ao final da tarde? Porquê?
Prefiro de manhã, por ter mais energia. Ao fim do dia, depois de um dia de trabalho, é sempre muito complicado… Prescindo da minha hora de almoço para ir ao ginásio, gosto de treinar antes do almoço.

Praticas mais algum tipo de exercício físico?
Neste momento, infelizmente não.



No blogue dizes que “sem paixão e sem motivação, apenas sobrevivemos”. Onde vais buscar motivação para ter uma vida saudável?
À minha evolução, essencialmente. Quando começamos a ver resultados, a todos os níveis, temos mais motivação para continuar a evoluir. Tenho, também, a vantagem de adorar cozinhar, e junto isso à alimentação saudável, o que me permite inovar - por exemplo, muitas receitas levam ingredientes que não constam da minha rotina, é sempre um desafio para mim conseguir transformá-las em receitas saudáveis e poder partilhar com os outros. Quando percebemos o que nos apaixona realmente na vida, tudo faz mais sentido e é como se tivéssemos um objectivo de vida assim que saímos da cama! Saber que inspiramos os outros também nos ajuda.

A par do exercício físico, tens uma alimentação saudável. Que tipo de cuidados são obrigatórios para ti?
Há cuidados que não podem faltar e que são muito simples: comer várias vezes ao dia (de 3 em 3 horas, por exemplo); beber muita água (bebo cerca de 3L por dia); tomar sempre o pequeno-almoço e evitar açúcares.

Tens alimentos proibidos? Quais?
Não gosto muito de chamar “proibidos”, porque tudo o que passa a ter esse nome acaba por ter um grande peso em nós. Apenas evito tudo o que seja refinado, carnes vermelhas (felizmente não aprecio), açúcares e fritos. Quando nos habituamos a isso, nem pensamos que estes alimentos existem.

Qual é o teu prato preferido?
Tudo o que tenha queijo! Adoro, é a minha tentação – fondue de queijo, raclette. E marisco também!



O que mais gostas de cozinhar? Porquê?
Pequenos-almoços! Bolos saudáveis, panquecas, crepes, papas de aveia. Primeiro, porque é onde consigo inovar mais, depois porque as cores são sempre muito apelativas e uma das minha paixões é a fotografia de pratos e alimentos.

E o que menos gostas de cozinhar?
Carne ou peixe, acho uma seca.

Habitualmente, o que preferes comer ao pequeno-almoço?
Tudo o que tenha aveia e fruta – panquecas, crepes, bolos saudáveis, etc. De vez em quando, também gosto de um pãozinho, mas é raro ultimamente.



O que dirias a alguém que quer perder peso e transformar o estilo de vida?
Comecem com pequenos passos, não conseguimos ter tudo do dia para a noite. Começar por retirar alguns alimentos como açúcar, gorduras menos boas (manteigas, óleos,  frituras), pão branco e bolachas, já é um grande passo. Beber muita água também, tomar sempre o pequeno-almoço. Começar a praticar algum tipo de desporto, desde caminhadas, Zumba, aulas de grupo, cerca de 2 a 3 vezes por semana. Todas as semanas devem alcançar um pequeno objetivo a que se propõem. Acaba por ser divertido!







 



Partilha este artigo:

 

PUB

Sugestões Prozis